MOSAICOS DE UMA VIDA

Juntando cada peça forma-se o mosaico de minha vida. Tantos sentimentos me envolvem. Sentimentos ruins, outros bons. Saudade de quem se foi para eternidade. Saudade de quem posso ligar para ouvir a voz. Tristeza pelas metas não cumpridas e alegria pelos objetivos alcançados. Gemidos de dor, outros de prazer.

16 de out de 2011

Quando eu deixar de existir ...


Quando eu deixar de existir lembre-se de mim;
Não dos meus momentos de fúria, mas dos meus momentos mais serenos.
Quando eu deixar de existir lembre-se de mim;
Não das lágrimas em meus olhos, mas das gargalhadas em meus lábios.
Quando eu deixar de existir lembre-se de mim;
Não da minha organização que te desorganiza, mas da minha organização que nos orienta.
E quando eu deixar de existir...
Apenas lembre-se de mim!

14 de out de 2011

Chutando ondas do mar

Lagoa de Pitangui/RN

Às vezes necessito esquecer que tenho atribuições, afazeres, obrigações. Às vezes preciso dormir atééééé me acordar. Acordar para um delicioso café da manhã, e em seguida ver o sol brilhar. Às vezes preciso caminhar na areia da praia, juntar conchinhas e chutar as ondas do mar. Peixinhos rodeando meus pés fazem espetáculo à parte. E quando tudo isso acontece é preciso voltar...

Trabalho é escolher a mais bela
Barra do Rio - Extremoz/RN

10 de out de 2011

Amor Próprio

Não sei o que é o amor e por isso não posso afirmar que amo. Não quero tornar a expressão em algo banal ao ponto de repetir eu te amo, eu te amo, eu te amo. Posso até gostar com a mesma intensidade (ou até mais) de alguém que diz amar.

Gosto o suficiente para sentir saudade.  Gosto o bastante para dar tudo de mim. Sofro junto, torço pela vitória, almejo o sucesso e vibro com as conquistas. Porém, na mesma intensidade que torço, vibro, cuido, protejo, sinto saudade de alguém EU também desejo, preciso de atenção, gosto e tenho amor próprio.  Nesse amor eu acredito!