MOSAICOS DE UMA VIDA

Juntando cada peça forma-se o mosaico de minha vida. Tantos sentimentos me envolvem. Sentimentos ruins, outros bons. Saudade de quem se foi para eternidade. Saudade de quem posso ligar para ouvir a voz. Tristeza pelas metas não cumpridas e alegria pelos objetivos alcançados. Gemidos de dor, outros de prazer.

26 de jun de 2015

Nenhum homem nasce monstro, alguns tornam-se monstros.

Mais uma vez escrevo sobre violência contra a mulher. E escreverei quantas vezes forem necessárias, porque a ideia é aumentar o debate, alertar as mulheres para o mínimo sinal de violência, incentiva-las denunciar os agressores...

Mais um caso de feminicídio nos chocou e fez chorar a própria delegada que cuidou do caso diante da crueldade e barbárie daquele que ela mesma denominou como monstro. (http://migre.me/qs7Oa)

Maria Alice só queria ser feliz, sonhava em trabalhar e viver, mas infelizmente existe um tal de machismo que acredita ser detentor da figura mulher. Um tal de machismo que impede a mulher de sonhar, ser feliz e viver. Um tal de machismo que machuca, estupra e mata.

Nenhum homem nasce monstro, alguns tornam-se monstros. São seres socialmente construídos, mas é preciso desconstruir a ideia de que eles mandam e nós obedecemos, eles podem e nós nem pensar.

A luta para essa desconstrução não cabe só a nós mulheres, cabe também aos homens que não se tornaram monstros, cabe aos pais, maridos, irmãos, amigos e namorados que não querem ver nenhuma de suas mulheres, mães, irmãs e amigas sendo mais uma vítima como a Maria Alice, Maria da Penha e outras Marias mais.

18 de jun de 2015

Nem ganhar, nem perder, mas procurar evoluir!

Durante o período mais turbulento da minha vida, mesmo com tantas pessoas queridas me apoiando, segurando minha mão e tentando me fazer sorrir, eu me sentia só. Foi um período de aprendizado, no qual compreendi que ganhar e perder são coisas distintas, mas ambas podem interferir significativamente no meu EU interior.

Ganhar dinheiro, ganhar um jogo, ganhar elogios, ganhar um presente, ganhar um abraço (adoro), e um cheiro (idem) ... são ganhos que me fazem tão bem!

Ganhar peso nem pensar. Essa foi uma das consequências que ganhei quando eu já estava desistindo de mim, desistindo de sonhar, desistindo de sorrir. Autoestima? Eu já não sabia o que era isso.

Perder um filho dói; parente e amigos também. Perder um jogo, dinheiro, documentos é muito chato. E perder o ônibus? Nãããñnnnn

Mas perder peso... Ôh delícia!!!

Até isso eu aprendi e nem foi tão difícil; também porque minha dieta foi composta de reeducação alimentar, atividade física e injeção de ânimo do Dr. Pedro Lapa.

E para fechar o texto segue um trecho da música “Dias de Luta, Dias de Glória” (Chorão / Thiago - Charlie Brown Jr)

“A vida me ensinou a nunca desistir
Nem ganhar, nem perder, mas procurar evoluir
Podem me tirar tudo que tenho
Só não podem me tirar as coisas boas que eu já fiz pra quem eu amo
E eu sou feliz e canto e o universo é uma canção e eu vou que vou
História, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória”.