MOSAICOS DE UMA VIDA

Juntando cada peça forma-se o mosaico de minha vida. Tantos sentimentos me envolvem. Sentimentos ruins, outros bons. Saudade de quem se foi para eternidade. Saudade de quem posso ligar para ouvir a voz. Tristeza pelas metas não cumpridas e alegria pelos objetivos alcançados. Gemidos de dor, outros de prazer.

9 de ago de 2014

Quem eu vou presentear?

Como já falei em outros textos, o mosaico tem sido pra mim uma terapia, uma válvula de escape nas fases que me sufocam. Naturalizei a arte como técnica que faz “organizar as ideias”, me faz renovar, inovar, desabafar, aliviar...
Quebro as pedras, monto e desmonto, colo e descolo, corrijo tentando fazer o melhor. Que bom seria se na vida fosse tão simples assim. Tantas coisas eu iria quebrar, montar, fazer, corrigir, criar e recriar.

Ao final, já com a peça pronta vem um sentimento de dever cumprido, ou quase isso. Porque geralmente fico a pensar:  dessa vez quem eu vou presentear?

Um comentário:

  1. Sim, seria muito bom se a vida fosse tão simples assim... O mosaico é uma técnica linda!!! Amei o porta lápis!!! Bjos!!!!

    ResponderExcluir