MOSAICOS DE UMA VIDA

Juntando cada peça forma-se o mosaico de minha vida. Tantos sentimentos me envolvem. Sentimentos ruins, outros bons. Saudade de quem se foi para eternidade. Saudade de quem posso ligar para ouvir a voz. Tristeza pelas metas não cumpridas e alegria pelos objetivos alcançados. Gemidos de dor, outros de prazer.

15 de dez de 2014

Compreensão de si mesmo

Uma das prudências citadas por Baltasar Gracián em seu livro A Arte da Prudência refere-se à ‘Compreensão de si mesmo’. Em síntese tal prudência afirma que para dominar-se é preciso autoconhecimento.

Bom seria se existisse um espelho que refletisse a imagem interior. Nele seria revelado o próprio caráter, o talento, o discernimento e emoções. 

Conhecer-se para lapidar o que fosse necessário. Compreender a si mesmo, para refletir e corrigir. Tornar mais belo o “eu interior”. Isso é prudência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário