MOSAICOS DE UMA VIDA

Juntando cada peça forma-se o mosaico de minha vida. Tantos sentimentos me envolvem. Sentimentos ruins, outros bons. Saudade de quem se foi para eternidade. Saudade de quem posso ligar para ouvir a voz. Tristeza pelas metas não cumpridas e alegria pelos objetivos alcançados. Gemidos de dor, outros de prazer.

11 de jan de 2012

Mosaico Terapia

Sempre tive dificuldade para desenvolver trabalhos manuais, embora em se tratando de decoração prefiro e admiro muito o artesanato. Alguns são mais simples, outros com maior grau de dificuldade para serem produzidos, todos com sua beleza específica ou não. Depende dos olhos de quem ver.

Enfim, uma das artes que conquistou minha admiração foi o mosaico em cerâmicas. Até que um dia tive o prazer de conhecer uma mosaicista que me presenteou com um lindo banco. Depois veio a oportunidade de conhecer o Paque Güell em Barcelona. A arte de Antoni Gaudí me encantou. Fiquei deslumbrada com tamanha beleza.

Outro artista que chama minha atenção pela ousadia e dedicação ao mosaico é Jorge Selarón, ceramista chileno que mora no Brasil. Sua obra de destaque é a escadaria do Convento de Santa Tereza na Lapa - Rio de Janeiro. Como a escadaria está em constante construção e reforma eu digo que se um dia for ao Rio levo uma das minhas cerâmicas para presenteá-lo :)

Obra de Selaón - Rio de Janeiro
Foto: Renato Wandeck


Obra de Antoni Gaudí - Lagarto em Mosaico 
Parque Guell - Barcelona


Depois de anos ocupada com trabalho e estudo sentia-me física e mentalmente cansada. Optei por dar um tempo nos estudos depois da pós-graduação. Ai aconteceu o que eu nem imaginava. O tempo livre tornou-se cansativo, a ociosidade me angustiava, sonhos não realizados me deprimiam. Foi quando tive a idéia de ocupar esse tempo produzindo peças de mosaicos em MDF. Pesquisei na internet, comprei revistas e trocava umas idéias com Virgínia Menezes (que fez o banquinho).


Caixinha - Estrela em Mosaico
Quadros - Aves em Mosaico

As primeiras peças que decorariam minha casa foram presenteadas. Depois começaram aparecer pedidos; foi quando passei a vender. O que seria passa-tempo acabou gerando renda extra. Essa não é minha principal fonte de renda, por isso não divulgo como comércio; apenas produzo pra pessoas mais próximas quando desejam presentear alguém ou mesmo decorar seu lar. Afinal, conceituo essa atividade como MosaicoTerapia.

Número da minha casa
Quadros - Flores em Mosaico

11 comentários:

  1. O fazer artesanal sempre acaba nos encontrando em alguma parte de nossos caminhos. Seja qual tipologia for, nao tem erro, um dia a gente acaba colocando a mão na massa. Adorei seu relato e faço votos de muito sucesso à sua Mosaicoterapia.

    beijos,

    Cris Turek

    ResponderExcluir
  2. Adoro!!!
    Ter tuas peças na minha casa é como te trazer pra perto de mim ;-)
    Beijo grande e muito sucesso na Mosaico terapia!

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu blog e vc
    Obs; o MUNDO GIRA. ADORO! xDDD
    Seguindo ;)

    ResponderExcluir
  4. Também adoro artes. Sempre quis me identificar com alguma e fazê-la, mas as coisas eram bem difíceis por aqui. Porém, nesse 2012, Deus me abençoou e em fevereiro começo aulas de música. Um sonho meu. Acho que eu entendo um pouco você. Além de escrever, sou fascinada por piano. rs

    Um grande beijo. E, ah... Adorei os mosaicos, será que eu ganho algum presente desse? rs

    beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Arianne, não descarto essa possibilidade rsrsrs

    ResponderExcluir
  6. Não só o masaico, mas qualquer arte manual é uma terapia.

    http://vivaiona.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Bacana...q ferramentas usa? não to conseguindo definir os cortes satisfatoriamente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uso torquês e Alicate Corta Fácil... dependendo da peça quebro tudo com martelo, mas protejo as cerâmicas com um pano.

      Excluir
  8. Nossa, muito bacana. Gostaria muito de fazer uma arte como essa.

    ResponderExcluir
  9. Infelizmente Selarón, citado neste texto não está mais entre nós. Faleceu hoje, 10/01/2013 na escadaria que transformou em ponto turístico.

    ResponderExcluir
  10. Amiga como sempre a tua sensibilidade não só nos teus trabalhos manuais como em tuas palavras... beijinhos.
    Monica Abreu

    ResponderExcluir