MOSAICOS DE UMA VIDA

Juntando cada peça forma-se o mosaico de minha vida. Tantos sentimentos me envolvem. Sentimentos ruins, outros bons. Saudade de quem se foi para eternidade. Saudade de quem posso ligar para ouvir a voz. Tristeza pelas metas não cumpridas e alegria pelos objetivos alcançados. Gemidos de dor, outros de prazer.

10 de mar de 2013

E NUNCA MAIS VAI ME DEIXAR!

Com a constante falta d‘água na Região Metropolitana do Recife passei observar até que ponto esse transtorno muda a vida social. Começando pela forma de tomar banho, passando pelo comércio de água, até chegar às relações interpessoais.

Foto: Adauto Júnior
Durante o banho até que as crianças se divertem, mas no geral o banho passa a ser melancólico. É triste ter que economizar água justamente no momento que estamos saindo da sensação de inferno pegando fogo. E quando o banho é com a preciosidade da água mineral a gente começa logo fazer os cálculos de quantas contas de água se pagaria com o valor gasto na tão preciosa água.

Já os vendedores de água mineral parecem políticos em época de campanha eleitoral. Todos sorridentes e eficientes. A gente nem precisa ligar pra pedir água porque eles já estão pra cima e baixo com o produto pronto para entregar.

Quanto às relações interpessoais esse é um fenômeno que precisa ser estudado. Os vizinhos ficam mais simpáticos e até solidários. Presenteiam copos e pratos descartáveis para ajudar economizar água, ajudam carregar o balde cheio, grita avisando que “DEU NA TELEVISÃO QUE SÓ VAI CHEGAR ÁGUA DOMINGO”, ou então grita assim “CADÊ ESSA ÁGUA QUE NÃO CHEGA, DONA FULANA, CICRANA, BELTRANA”? (e cita os nomes das vizinhas). Engraçado é quando a comunicação parte de alguém que mal te responde um bom dia. 

Quando o abastecimento de água é normalizado a vida das pessoas volta à rotina de antes. Os vendedores de água mineral contabilizam o lucro torcendo por outra suspensão do abastecimento d’água, a simpatia dos vizinhos limita-se ao tímido bom dia, boa tarde ou boa noite.

Escuta-se o barulho de água com o povo aproveitando pra lavar, cozinhar e tomar banho. Pra quem gosta de cantar no chuveiro o momento é uma felicidade só. Teve uma pessoa tão feliz no banho que cantava assim: E NUNCA MAIS VAI ME DEIXAR Ô Ô Ô

Fiquei achando que a música de Chiclete com Banana soou como uma declaração de amor pra água. E agora sou eu quem está com a música na cabeça E NUNCA MAIS VAI ME DEIXAR Ô Ô Ô ... ouçam http://www.youtube.com/watch?v=b4E39i5yASI

4 comentários:

  1. Concordo plenamente com vc, tem coisa melhor do um bom banho demorado, vc sai renovado, mas esse momento de relaxamento é extragado, quando se ouve a porta do banheiro; vamoslogo olha a conta, ta demorando muito!! srr ótima sua reflexão!!

    ResponderExcluir
  2. Ahhh Fafá, tão com quanto um banho em um dia de calor, é um copo de água bem geladinha quando a boca está seca... ai meu Deus, tem coisa melhor?

    Na minha casa, de forma alguma usamos água mineral p tomar banho... sei que as vezes é a única saída, mas como temos poço, o jeito é tomar um banho de "ferro" rsrsrs, é que aqui a água sai bem amarelinha, o teor de ferro é altíssimo, usamos somente nas descargas, nem o jardim pode usufruir porque mata as plantinhas... Nessa hora, de falta d'água, o jeito é usar essa mesmo, como aqueles açudes barrentos do sertão!

    ResponderExcluir
  3. Rosangela e Catarina, infelizmente a falta d'água (tema principal desse texto) é um problema vergonhoso para um país em desenvolvimento.

    ResponderExcluir
  4. A falta de água faz unir as pessoas por causa da necessidade de se hidratar. Infelizmente, aquilo que é necessários temos que buscar e fazer planos até com pessoas que não tem nada a ver com a gente, é ruim demais por que existe a hipocrisia. Belo texto.

    ResponderExcluir