MOSAICOS DE UMA VIDA

Juntando cada peça forma-se o mosaico de minha vida. Tantos sentimentos me envolvem. Sentimentos ruins, outros bons. Saudade de quem se foi para eternidade. Saudade de quem posso ligar para ouvir a voz. Tristeza pelas metas não cumpridas e alegria pelos objetivos alcançados. Gemidos de dor, outros de prazer.

13 de dez de 2015

4º dia - Quando eu olho para o mar

Escrito em 18/06/2012
Quarto dia. Não foi sonho. É um pesadelo real.
Eu perdi meu bebê. Isso já é o bastante para me fazer sofrer.
No entanto, o todo poderoso quer que eu sofra mais. E mais um dia continuamos juntos. Você sem vida. E eu perdendo a minha. Não tenho mais forças, mas tenho lágrimas. Só que isso não basta para que você vá.
E o que queres de mim, filho/a?
E o que queres de mim, Deus?
Talvez eu precisasse engolir o choro; e chorar por dentro para que em minhas lágrimas você escoasse e me deixasse de vez. Ou não.
E a música para esse quarto dia é “Quando eu olho para o mar”

Música - Quando eu olho para o mar
link -   https://letras.mus.br/alceu-valenca/188465/

Quando eu olho para o mar
Dentro do mar vejo um rio
Quando eu olho para o rio
Dentro do rio vejo a chuva
Quando eu olho para a chuva
É como se olhasse as nuvens
Quando eu olho para as nuvens
É como se olhasse o mar

Quando eu olho para mim
Dentro de mim tem você
Quando eu olho para você
Por dentro sinto saudades
Quando eu olho para a saudade
Meus olhos vão desaguando
E é como um rio passando
Que não corresse pro mar

Nenhum comentário:

Postar um comentário